Porto Seguro: Iluminação pública é direito da população e obrigação da prefeitura municipal


A iluminação pública é um direito dos moradores e, pela Constituição Federal, cabe às prefeituras organizar e prestar esse serviço. Cada município recolhe de acordo com a legislação local, o valor da CIP ou COSIP, Contribuição de Iluminação Pública, cobrada dos moradores nas faturas de energia elétrica.
O dinheiro vai para a manutenção, reparos e melhorias no sistema de iluminação das vias públicas. O problema é que muita gente paga, mas não tem esse benefício. De acordo com o abaixo assinado enviado por moradores ao site Baianão News, são cerca de 500 casas sem iluminação pública.
É um contraste. Nos centros das cidades, ruas bem iluminadas, mas à medida que nos afastamos em direção aos bairros a escuridão aumenta. E isso provoca aumento da violência.
O bairro Alto do vila esta localizado no Arraial D' Ajuda, distrito de Porto Seguro.
“A falta de iluminação pública ela favorece o desenvolvimento do crime em três momentos fundamentais. Em primeiro lugar, na realização do crime em si, porque a vítima é pega desprevenida no escuro. Em segundo lugar no ato criminoso, porque dificilmente o criminoso que pratica o crime no escuro é reconhecido e por fim na rota de fuga, uma vez que sem iluminação a perseguição do criminoso, se não tiver no seu imediato encalço, se torna muito mais difícil”, diz morador.
Em ano de eleição, quem vai às urnas deve ficar atento às necessidades da população e cobrar por elas durante os quatro anos de mandato.
Baianão News
whatsapp 73. 98833-6095

Postar um comentário

0 Comentários