PF abre inquérito que investigará conduta de Pazuello na crise sanitária de Manaus

 

O inquérito que vai investigar a conduta do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na gestão da crise sanitária de Manaus foi instaurado hoje (29) pela Polícia Federal (PF). A investigação foi solicitada pela Procuradoria Geral da República (PGR) e autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A investigação deve tramitar no Serviço de Inquéritos Especiais (Sinq) já que Pazuello, na condição de ministro, tem foro privilegiado. O próximo passo, agora que o inquérito já foi aberto, é a marcação do depoimento de Pazuello. Segundo avaliou o ministro do STF, Ricardo Lewandowski, relator da investigação, neste primeiro momento, Pazuello poderá marcar dia, horário e local para ser ouvido. 

Para solicitar a investigação, a PGR alegou possível omissão do ministro da Saúde frente ao colapso na saúde pública no Amazonas. Pacientes morreram pela falta de oxigênio nos hospitais.

Postar um comentário

0 Comentários