Prefeita de Eunápolis ameaça fechar comércio se ritmo de contágio não retroceder em 7 dias

 

Se em sete dias o número de contaminados e de óbitos em Eunápolis continuar no mesmo ritmo que está hoje, o comércio será totalmente fechado. A afirmação foi feita pela prefeita Cordélia Torres, em mensagem divulgada à população nesta quinta-feira (11). “Sei da importância de manter o comércio aberto, e o motivo de eu estar lutando pela abertura do mesmo é porque sei que a fome e o desemprego também matam. Porém, tendo em vista o número alto de contaminação e a falta de cuidado de muitos, infelizmente precisarei fechar o comércio por completo”, disse Cordélia.

Segundo a prefeita, mesmo sabendo que o funcionamento das atividades sustenta muitas famílias, é preciso pensar no bem de todos, “tendo em vista que não se pode lutar contra a Covid sem os cuidados e a prevenção do povo”. Na mensagem, ela reforçou o pedido para que a população se conscientize sobre a necessidade de seguir a orientação da vigilância sanitária e cumprir as normas de higienização e proteção. “Peço que toda a população seja fiscal dessa prática inconsequente que pode gerar um prejuízo para todos, e não somente para alguns”, afirmou.


Decreto

Ao mesmo tempo em que pediu a conscientização da população e alertou sobre o risco do fechamento total do comércio nos próximos dias, Cordélia Torres assinou um decreto, publicado no Diário Oficial do Município na quarta-feira (10), com novas medidas de combate ao coronavírus em Eunápolis até o próximo dia 17. Entre as determinações do Decreto nº 9.803 está a extensão do horário de funcionamento das atividades comerciais e a redução do horário do toque de recolher, que passou a ser das 21h às 5h. Ou seja, o decreto afrouxa, ainda mais, as regras de restrição de mobilidade urbana, considerada pelas autoridades de saúde mundiais como uma das formas de conter o avanço do contágio do vírus.

O decreto mantém a obrigatoriedade do uso de máscara a todos os cidadãos, estipulando multa de R$ 100 (pessoa física) e R$ 500 (pessoa jurídica) para quem desobedecer. Também continuam proibidos os shows.

Eunápolis contabilizava, até quarta-feira, 6.452 casos de Covid-19, sendo 155 ativos. O número de óbitos é divergente: enquanto a prefeitura anuncia 90 mortes, a Secretaria de Saúde do Estado contabiliza mais de 100 óbitos.

Conforme o último censo de ocupação hospitalar, feito na tarde quarta-feira, os leitos de UTI estão com 80% de lotação, tanto na rede privada como na pública.

Postar um comentário

0 Comentários